jusbrasil.com.br
18 de Setembro de 2019
    Adicione tópicos

    Três princípios éticos e a vida cotidiana

    Publicado por OAB - Rondônia
    há 8 anos

    *Romilton Marinho Vieira

    Uma das características pontuais da sociedade moderna é a correria. O homem se bate para o trabalho, para a família, para aumentar seu patrimônio e se sobrar tempo, para o laser. Será que esse homem moderno, nesse incessante movimento, nesse vai e vem, tem tempo de pensar na ética? Você leitor, pensa na ética? Quando? Como? De que modo?

    Fabio Konder Comparato, uma das maiores inteligências da sociedade atual, em sua obra Ética, apresenta três princípios éticos de significante importância: A VERDADE, A JUSTIÇA E O AMOR, que entendidos, pode nos levar a responder as interrogações acima.

    A Verdade é o único caminho capaz de conduzir a felicidade sem desvios ou enganos; ela se liga necessariamente à justiça e ao amor. E o que é a verdade? Na concepção grega é a correspondência intrínseca do pensamento com a realidade pensada. É a base do saber cientifico moderno. A verdade é a busca incessante do valor supremo identificado com o próprio Deus. Será que penso na verdade? Quando? Como? De que modo?

    A Justiça, a exemplo de outras artes é uma virtude voltada inteiramente para os outros e não para o próprio sujeito. Como diz Aristóteles, “não há justiça sem o outro”. Para ele a Justiça é a única que se ocupa do bem alheio. Tanto é que na Justiça divina se prega: “tudo aquilo que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles, porque isto é a Lei e os Profetas”. O homem justo é aquele que, além de não cometer injustiças, pratica ações justas. E praticar ações justas é usar o bom senso, sendo que um dos maiores méritos da sabedoria grega consistiu, justamente, em apresentar o bom senso, como a virtude suprema. Será que penso na Justiça? Vivo a Justiça? Penso no outro? Tenho tempo?

    O Amor é uma força que une os seres. É a força primária que move os seres e os mantém unidos. Todos nascem com o amor, porque o amor é Deus. Ele está dentro de cada homem. Já pensou nisto? Já olhou para dentro de si mesmo, para ver se isto é verdade? Amor é doação completa e sem reserva.

    Aristóteles em sua Metafísica diz que: “o amor é fogo que arde sem se ver; É ferida que dói e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer”.

    Fechando: Será leitor que em sua vida há tempo para a Verdade? Para a Justiça? Para o Amor? Quando? Como? De que modo?

    *É advogado

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)